Mirage: o caos da água

Mirage: o caos da água é uma ficção pós-apocalíptica que descreve uma sociedade distópica, que surge após um conflito global devastador, no qual a civilização contemporânea desaparece e dá lugar a um tempo de selvageria e escassez de recursos. Neste novo universo, a água é o bem mais valioso; aqueles que a possuem ditam as regras e se tornam os senhores deste mundo caótico. A responsabilidade ecológica é um tema em destaque na obra, que questiona o posicionamento das civilizações atuais em relação à conservação dos recursos hídricos.